NEM É BOM
2021-01-30
ESTUDOS
Mulheres sofrem mais com a morte de um animal de estimação

Os donos dos animais de estimação tendem a não exteriorizar os sentimentos, quando os bichos morrem, embora as mulheres demonstrem sentir mais a perda, sendo o sofrimento tendencialmente maior com a morte de um cágado ou de tartaruga.

Aconclusão consta do estudo "Perder o Snoopy: Processo de Luto após a Perda de um Animal", conduzido por quatro investigadores da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias.

No estudo, que está a ser ultimado para efeitos de publicação na imprensa científica, foram avaliados os comportamentos e as emoções dos donos durante o luto.

O luto define-se por reações diversas a uma perda significativa, que, em relação aos animais, como nos humanos, vai alternando entre o choque, o choro, a tristeza, a negação, a raiva, a culpa e a aceitação.

A um questionário divulgado por correio eletrónico - em clínicas, hospitais veterinários e associações de defesa dos animais - e nas redes sociais, responderam 499 pessoas, entre os 13 e os 70 anos, que já tinham perdido pelo menos um animal de estimação.

A maioria dos inquiridos são mulheres (88,2%), que consideram o animal como um amigo (81,4%) ou um companheiro (79,8%). Os cães (65,3%) e os gatos (27,9%) são os bichos mais referenciados no estudo.

Quando confrontados com a perda do seu animal de estimação, a maior parte dos donos "não exterioriza, não demonstra os seus sentimentos de luto", revelou à agência Lusa Ana Sofia Silva, uma das investigadoras, formada em Psicologia.

Segundo Ana Sofia Silva, "esta atitude pode estar relacionada com a forma como algumas sociedades desprezam" o luto com animais, "obrigando as pessoas a omitirem os seus sentimentos e, consequentemente, impedindo qualquer apoio", nomeadamente psicológico, que possam necessitar.

Sentimento de perda, incredulidade e saudade foram algumas das sensações manifestadas pelos inquiridos, após a morte do seu bicho de estimação, sendo que, quanto maior for a intensidade do luto, maiores são as emoções negativas associadas, como ansiedade, depressão, raiva, nervosismo, tristeza, irritação, culpa, desgosto, medo e tristeza.

O estudo conclui que, entre homens e mulheres, são estas que sofrem mais com a perda do seu animal.

"As mulheres possuem, provavelmente, uma forte vinculação com os animais de estimação, uma vez que estes podem representar um parente ou uma criança, o que estimula o seu instinto maternal", avançou a investigadora.

Tentando perceber se o luto de cães e gatos seria mais significativo do que de outros animais, designadamente aves e répteis, devido à sua maior convivência com os humanos, a equipa verificou que o sofrimento é tendencialmente mais intenso nos donos que perderam um cágado ou tartaruga, não obstante a amostra destes animais ser pouca expressiva (1%).


Fonte: JN,DN

Mais Sugestões para ver...
ANEDOTA: PAI DE GÉMEOS
Cat: PIDADS
Data: 2020-08-03
LER TUDO
Filho de papá atira BMW Série 3 ao rio porque queria um Jaguar
Cat: VIDEOS
Data: 2019-08-13
LER TUDO
O ENTERRO DA SOGRINHA QUERIDA
Cat: TOP-RIR
Data: 2019-11-18
LER TUDO
ANEDOTA: DEPOIS DA NOITE DE NÚPCIAS
Cat: ANEDOTAS
Data: 2019-09-13
LER TUDO
ANEDOTA: MÉDICO DOIDO!
Cat: ANEDOTAS
Data: 2019-09-17
LER TUDO
ISTO NAS CALDAS DA RAINHA
Cat: TOP-RIR
Data: 2019-10-27
LER TUDO
NAS BOLAS
Cat: ANEDOTAS
Data: 2019-08-31
LER TUDO
GRAVIDEZ MILAGROSA
Cat: ANEDOTAS
Data: 2019-08-16
LER TUDO
Super Mário bross em PAPELÃO!
Cat: VIDEOS
Data: 2017-11-11
LER TUDO










ANEDOTAS (1499)
CURIOSIDADES (66)
ESTUDOS (27)
IMAGENS (1)
OUTROS (27)
RECEITAS (23)
VIDEOS (483)